Considerações sobre o BBB

BBB é um programa complicado. Uns dizem que é um espelho da sociedade, uma vitrine psicológica ou um estudo comportamental do homem moderno, outros dizem que é falta do que fazer e do que assistir. Mas a verdade é que se você assiste o primeiro dia dessa Reality Show, você vicia e vai precisar chegar até o fim.

Confesso que não assistia o programa desde que comecei a faculdade, ou seja, não vi o 7, 8 e o 9. Resolvi ver o 10 e pronto, a merda estava feita. Viciei e vi todos os dias.

Em um programa como esse, em algum momento você se vê naquelas pessoas, encontra semelhanças e também ideiais parecidos, se sente representado. Isso mostra como o ser humano é complexo, ao mesmo tempo que somos tão diferente uns dos outros, somos tão iguais.

Você simplesmente passa a gostar de pessoas que nunca viu na vida, se admirar por suas histórias de vida, que muitas vezes são tão parecidas com a sua ou de alguém querido. Passa a torcer por eles, como se seu time estivesse na final do mundial.

Esse edição teve suas peculiaridades, a diversidade total. Desde um gay estereotipado, um drag queen, uma lésbica linda, um produtor pornô, uma santa que virou devassa, um lutador machão, uma PM descarada e por ai vai. Todos psicóticos e alucinados.

O Brasil se sentiu representado, um país com tanta diversidade como o nosso, se sentiu em casa e ficou dividido.

Dourado sagrou-se campeão. O rapaz que sempre perdeu, que sempre foi menosprezado e por uma ironia do destino teve uma segunda chance, por sorte ficou ali até conseguir mostrar que era um cara legal. Levou o prêmio. Ele representa uma pequena parcela de nossa população que não se deixa intimidar. Se não gosta, não gosta e fala. Não engole sapos e mostra que é capaz. Foi sincero.

Não votei nele, meu voto era do Cadu, mas respeito ele ter ganho, o Brasil sabe o que faz. Devo concordar que ele foi sincero em todos os momentos e não é homofóbico, pois como disse ele só não concorda e isso é um direito do cidadão brasileiro. Concordar ou discordar é um direito.

Ele seria homofóbico se não respeitasse, se humilhasse, se agridisse um homossexual e isso não aconteceu.

Parabéns Dourado.

Etiquetado ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: